O Governo do Estado de São Paulo publicou nesta segunda-feira o resultado do edital de chamamento público referente ao reconhecimento e recadastramento de Arranjos Produtivos Locais, aprovando oficialmente o pedido de recredenciamento do Arranjo Produtivo Local de Tecnologia da Informação de Marília – APL TI Marília à Rede Paulista de Arranjos Produtivos Locais da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico.

O projeto foi elaborado pela Associação de Empresas de Serviços de Tecnologia da Informação – Asserti, entidade que exerce a governança do cluster desde 2016.

Sob a governança da Asserti, o APL TI Marília teve seu projeto de reconhecimento elaborado  em 25 de agosto de 2016 sendo o mesmo aprovado pelo governo em menos de um mês no dia 6 de setembro, diante da plena demonstração da existência de um aglomerado de empresas de TI localizadas na região de Marília que apresentam especialização produtiva e mantêm vínculos de articulação, interação, cooperação e aprendizagem entre si, incluindo parcerias com a Prefeitura, associações empresariais, instituições de crédito, ensino e pesquisa e entidades representativas, que tem resultado exponencial crescimento e desenvolvimento socioeconômico regional.

Os Arranjos Produtivos Locais (APLs) ou clusters empresariais são um conjunto de agentes de natureza diversa, que participam nas tarefas principais de uma aglomeração produtiva, o que inclui empresas produtoras (de um produto/serviço de um setor específico) e fornecedoras, centros de pesquisa, agentes do governo, instituições do terceiro setor, universidades, entre alguns exemplos), que tenham uma governança e evidenciam relações de cooperação e aprendizado constantes em um determinado território. Esses fenômenos ocorrem em um recorte do espaço geográfico constituído pelo agrupamento de agentes de interesses que consolidam uma identidade coletiva e demonstram a capacidade de promover o desenvolvimento local, estabelecendo parcerias e compromissos para manter e especializar os investimentos de cada um dos agentes no arranjo e seu entorno

O APL TI Marília é composto por empresas atuantes no ramo de serviços de Tecnologia da Informação, por instituições de ensino públicas e privadas, por entidades sem fins lucrativos, associações de classe, comunidades científicas, órgãos de fomento e órgãos públicos, localizados em Marília e cidades circunvizinhas, todos trabalhando em parceria para crescimento e desenvolvimento empresarial, social e econômico da região do centro-oeste do Estado de São Paulo. São mais de 250 empresas gerando mais de 2.500 empregos diretos e indiretos em cerca de 20 cidades da região.

O presidente da Asserti, Elvis Fusco, explica a importância do cluster para as empresas e para região: “o APL TI Marília atua no sentido de fomentar as empresas e de aproximá-las promovendo a  articulação e cooperação entre estas gerando uma sinergia que fortalece as organizações de menor porte aumentando suas chances de sobrevivência e crescimento, que agregar valor às organizações de porte maior gerando o intraempreendedorismo, o surgimento de novos negócios e parcerias produtivas e, ainda, que estimula o empreendedorismo local acarretando no surgimento de startups e novos negócios gerando renda e desenvolvimento socioeconômico para a região”.

“O APL TI Marília é uma importante fonte de vantagens competitivas, dentro dele as empresas poderão se beneficiar das ações realizadas pela entidade gestora e das oportunidades que serão geradas pela Rede Paulista de APLs, independentemente de ser ou não associadas da Asserti. Por meio do cluster, ampliamos a aceleração do desenvolvimento econômico local e regional. Entre os benefícios da atuação do arranjo de TI, além do acesso a projetos e recursos dos órgãos que compõem a Rede Paulista de APLs, está a habilitação para utilização de recursos priorizados no Orçamento do Estado para Arranjos Produtivos Locais”, ressalta Elvis Fusco.

O recadastramento dos arranjos produtivos locais acontece anualmente, o APL TI Marília permanece na lista de clusters do Estado de São Paulo desde 2016 o que evidência o papel protagonista da Asserti, como entidade gestora do arranjo, na realização de ações de fomento ao desenvolvimento das empresas do ramo com o objetivo de promover o desenvolvimento socioeconômico de Marília e região. Marília desponta entre as cidades que possuem a Tecnologia da Informação como vocação servindo como referência por suas ações e pela representatividade do interesse público local perante aos entes políticos nas questões relativas ao setor trabalhando com os demais atores envolvidos para a concretização do projeto de construção do Parque Tecnológico do município.

Marília integra um seleto grupo no cenário da Tecnologia da Informação no Estado de São Paulo, considerando que dentre os 645 municípios paulistas somente 6 cidades possuem o reconhecimento oficial de APL na área de Tecnologia da Informação. Outro fato relevante é que no Centro Oeste Paulista, Marília é única cidade que possui o reconhecimento de um APL na área de TI e de outro cluster no setor de alimentos, recentemente aprovado por meio de projeto desenvolvido pelo Centro de Inovação Tecnológica de Marília (CITec-Marília) com o apoio do próprio APL TI Marília e do CIESP Alta Paulista, sendo certo que nenhuma outra cidade da região possui esse status seja em qualquer área industrial.

Comments are closed.