HISTÓRICO

A inauguração de um Centro Incubador em Marília foi um sonho que se tornou realidade em 29 de Abril de 2000, abrigando  empresas de base tecnológicas que contribuíssem para o crescimento e desenvolvimento de Marília e região.  Devido aos resultados positivos, no ano 2004 o Centro Incubador tornou-se uma Incubadora de base mista abrigando também empreendimentos com foco industrial e prestação de serviços. Em 20 de Novembro de 2006 ampliou suas atividades com o auxílio da Prefeitura Municipal de Marília inaugurando a Unidade II.

O Centro Incubador recebeu o nome Miguel Silva em homenagem a um homem que empenhou toda a vida a favor das pessoas necessitadas sem adotar uma postura paternalista, e sim, dando-lhes suporte para caminharem e se desenvolverem a partir de seus próprios esforços, incentivando o desenvolvimento pessoal. Dedicou um grande amor à cidade de Marília e aos marilienses. Foi participante ativo das entidades assistenciais espíritas desta cidade.

Tendo sido Mantenedor da Fundação de Ensino Eurípides Soares da Rocha acreditava que a educação e o esporte são essenciais para o crescimento humano do cidadão.

Aplicou o seu espírito empreendedor atuando nas diretorias das entidades assistenciais e na formação da Cooperativa dos Catadores de Lixo de Marília – COTRACIL, entre outros empreendimentos.
Seu nome foi escolhido para Centro Incubador, pois sua conduta sempre foi modelo ao promover o desenvolvimento das empresas iniciantes oferecendo suporte para serem competitivas e bem sucedidas no mercado.

O “Miguel Silva” Centro Incubador de Empresas está situado em Marília- SP e conta com a integração acadêmica da Fundação “Eurípides Soares da Rocha” – UNIVEM, o conhecimento técnico do SEBRAE e o apoio da Prefeitura Municipal de Marília.
Toda a estrutura é baseada na concepção do sistema de incubação, ou seja, atende micro e pequenas empresas objetivado proteger e fortalecer a sustentabilidade econômica e o desenvolvimento social desses empreendimentos.

O nome incubadora vem do modelo do processo de incubação de empresas, como conhecemos hoje, surgiu em 1959 no estado de Nova Iorque (EUA), quando uma das fábricas da Massey Ferguson fechou, deixando um significativo número de novaiorquinos desempregados. Joseph Mancuso, comprador das instalações da fábrica,resolveu sublocar o espaço para pequenas empresas iniciantes, que compartilhavam equipamentos e serviços. Além da infra-estrutura física das instalações, Mancuso adicionou ao modelo um conjunto de serviços que poderiam ser compartilhados pelas empresas ali instaladas, como secretaria, contabilidade, vendas, marketing e outros, o que reduzia os custos operacionais das empresas e aumentava a competitividade. Uma das primeiras empresas instaladas na área foi um aviário, o que conferiu ao prédio a denominação de “Incubadora”, que perdura até hoje.

O CIEM – Centro Incubador de Empresas de Marília, é uma incubadora associada a ANPROTEC desde 2012. A ANPROTEC – Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores, oferece aos seus associados acesso a informações, treinamentos, cursos, eventos, publicações e projetos que propiciam conhecimento e melhoria de desempenho de suas incubadoras, parques e projetos de apoio ao empreendedorismo inovador no Brasil e no mundo, dentre outros benefícios.

 

No ano de 2015 o CIEM é credenciado pelo RPITec – Rede Paulista de Incubadoras, como uma incubadora de base tecnológica, integrada no CITec-Marília – Centro de Inovação Tecnológica de Marília, concentrando todas as empresas dentro do campus Universitário do Univem.

O CIEM e CITec-Marília em 2015, passam a ser integrados ao SPAI – Sistema Paulista de Ambientes de Inovação do Governo de São Paulo, posicionam-se de maneira estratégica no Sistema Local de Inovação de Marília e região.

O Centro de Inovação Tecnológica de Marília (CITec-Marília), credenciado à Rede Paulista de Centros de Inovação Tecnológica (RPCITec) do Governo do Estado de São Paulo em dezembro de 2015, mantém uma série de ações num ambiente de colaboração científica e tecnológica entre instituições de ensino, os governos municipal, estadual e federal e as empresas que são contempladas com projetos de apoio ao empreendedorismo sustentável e à inovação tecnológica.

O CITec-Marília tem como entidade gestora, a Fundação de Ensino Eurípides Soares da Rocha (UNIVEM) e conta com o apoio do Centro Incubador de Empresas de Marília – CIEM, Associação de Empresas de Serviços de Tecnologia da Informação – ASSERTI, Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação – MCTI, Centro das Indústrias do Estado de São Paulo – CIESP, Federação das Indústrias do Estado de São Paulo – FIESP, Prefeitura de Municipal de Marília, SEBRAE/SP, outros Centro de Inovação Tecnológica como do grupo Boa Vista (BVTec), do grupo Locaweb (Tray Labs), do UNIVEM (COMPSI) já integrados e ativos no CITec-Marília, além de instituições de ensino como a UNESP, FATEC, ETEC, Senai e Senac.

Um Centro de Inovação Tecnológica é um empreendimento que concentra, integra e oferece um conjunto de mecanismos e serviços de suporte ao processo de inovação tecnológica das empresas, constituindo-se, também, em espaço de interação empresarial-acadêmica para o desenvolvimento de setores econômicos.

O CITec-Marília promove o fortalecimento e estimula processos locais e regionais em prol do desenvolvimento e da competitividade das empresas da região, oferecendo um espaço adequado para a pesquisa, desenvolvimento e inovação (P&D&I) de empresas com perfil inovador.

Esses credenciamentos e a Lei de Incentivo Fiscal aprovada recentemente que reduziu o ISS para 2% para as empresas de TI fortalecem a estratégia da cidade de Marília com vistas à atração de novos investidores e empreendedores proporcionando novos empregos e geração de renda, incentivando a formação e capacitação profissional, a divulgação, o fomento e a disponibilização de serviços tecnológicos e de incremento da inovação nas empresas, por meio, de instituições e centros de pesquisa e desenvolvimento tecnológico e de inovação. Segundo o professor doutor Elvis Fusco, coordenador dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação, com o credenciamento do Citec, Marília passa a fazer parte de um rol restrito de cidades integradas ao Sistema Paulista de Ambientes de Inovação do Governo do Estado, despontando como a principal cidade do centro-oeste paulista em inovação e tecnologia.

Atualmente o Centro Incubador de Empresas de Marília está em franca expansão com edital permanente aberto a inscrições de novas empresas de base tecnológica.